domingo, 18 de dezembro de 2011

Aprender

A vida não pára de nos ensinar
e surpreendemo-nos
por sermos capazes de tanto aprender.

Dificilmente, nos é dado
o que nos serve ao descanso,
mas sim, o que nos dá trabalho
e nos remove a carapaça;
aquela que tão bem já nos assenta,
de tão dura e velha...

O que é alimento à nossa segurança,
intoxica o caminho
e a esperança,
descontrói a lógica das estruturas
que se edificaram sabiamente na alma.

São os pés que tacteiam o chão,
suportam todos os pesos,
e a dor de uno destino.
Com os olhos saboreamos
o que está à nossa altura
ou acima de nós,
e tranquilamente aprenderemos a ver
a felicidade
como se tudo fosse a primeira vez.

Sem comentários:

Enviar um comentário